domingo, outubro 30, 2011


Você vem com esse sorrisinho tímido e um violão embaixo do braço cantando o meu repertório favorito , tentando me convencer de que vale a pena tentar , garoto , você já está conseguindo me convencer , então pare por favor pois não quero mais decepções  em minha vida ... E nem adianta cantar : No vão das coisas que a gente disse , Não cabe mais sermos somente amigos . E quando eu falo que eu já nem quero A frase fica pelo avesso , Meio na contra mão E quando finjo que esqueço , Eu não esqueci nada . E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais e te perder de vista assim é ruim demais e é por isso que atravesso o teu futuro e faço das lembranças um lugar seguro (8) ... 
Nem venha com esses olhinhos tao cativantes , cheios de promessas e prontos pra me conquistar , eu já tenho um amor , mesmo que nao seja bom para mim  ele ainda se faz presente em meu ser e nem voce e nem outros podem se achegar tirar as botas e ajeitar-se na poltrona , nao mesmo , cansei de desculpas e frustaçoes , quero um tempo sozinha reavaliar minha vida , quero esperar , provar e dizer o que quero .
Preciso crescer e nao posso me arriscar , pois nosso caminho de tristezas é grande , tanto pra voce quanto pra mim , voce me ensinou a sorrir e te mostrei como é bom diferenciar , agora nao posso te oferecer nada ,  nao agora , mas talvez um dia , um dia sim estarei pronta para te entender e me explicar ... Ananias , voce vai sempre estar na minha memoria , por me alegrar com coisinhas simples e me cativar . Obrigada pelas horinhas ao seu lado só olhando para um céu escuro e ouvindo as suaves notas saindo de sua boca e tocando minha alma.


Beijos ;* Rebeca Silvestre


3 comentários:

  1. UAU!
    Bem natural e verdadeiro (:

    Beijoos

    ResponderExcluir
  2. Porque algumas rendições podemos evitar...

    =*

    Lindo o texto.

    ResponderExcluir
  3. é verdade , se eu amo ,eu espero ... sem atalhos!!!

    ResponderExcluir